Desde que descobri o transtorno, passei a dar mais atenção a arte e passei a me encontrar em músicas, filmes e seriados. Vou postando algumas coisas comentadas, acho que pros transtornados não precisa explicar, mas como pretendo que pessoas que convivam com os tdah´s leiam o blog também, vou fazer algo mais didático.

Nesse primeiro post vou postar uma música que uma namorada vivia dizendo que tinha a ver comigo. Como era uma música de novela eu já associava que não podia ter nada a ver comigo, mas o fato é que eu nunca reparei na letra, na primeira vez que eu ouvi, boom! Parecia que a música me descrevia.

A música é da Danni Carlos – Coisas que eu sei.

Eu quero ficar perto
De tudo que acho certo
Até o dia em que eu
Mudar de opinião
A minha experiência
Meu pacto com a ciência
Meu conhecimento
É minha distração…

Ficar perto de tudo o que acha certo pode ser encarado com uma certa tendência na personalidade de quem tem o transtorno a defender o que acredita, o que é uma boa fonte de problemas. Até o dia em que mudar de opinião, porque podemos mudar mesmo e não temos dificuldade nisso.

Meu conhecimento é minha distração define bem, pensamos tanto e é isso que gera a nossa distração, não é difícil minha cabeça ir muito longe pensando.

Coisas que eu sei
Eu adivinho
Sem ninguém ter me contado
Coisas que eu sei
O meu rádio relógio
Mostra o tempo errado
Aperte o Play…

Adivinhar sem ninguém ter contado é a intuição característica de tdah, isso vai estar mais detalhado em um post futuro. Meu relógio também parece mostrar o tempo errado, principalmente quando eu hiperfoco, o tempo parece passar muito rápido, o que explica uma tendência a estar sempre atrasado. 

Eu gosto do meu quarto
Do meu desarrumado
Ninguém sabe mexer
Na minha confusão
É o meu ponto de vista
Não aceito turistas
Meu mundo tá fechado
Pra visitação…

A desorganização aparente de um tdah, que pode irritar qualquer pessoa com mais tendência a organização fica bem clara nas quatro primeiras linhas. Eu não diria que tdah é desorganizado, eu só me organizo de uma maneira bem peculiar, lembro da minha mãe reclamar do meu quarto, quando na verdade eu me sentia muito bem nele. As ultimas quatro linhas demonstram um lado que pode se tornar muito ruim pra um tdah que é não querer ouvir ninguém, isso tem a ver as vezes com auto estima reduzida e pode ser assunto pra outro post. 

Coisas que eu sei
O medo mora perto
Das idéias loucas
Coisas que eu sei
Se eu for eu vou assim
Não vou trocar de roupa
É minha lei…

O medo morar perto das ideias loucas é muito significativo e também daria um post exclusivo. A tendência do tdah em pensar diferente e encontrar saídas diferentes pode gerar medo nas pessoas e causar sérios problemas na nossa vida. Não trocar de roupa pode ser visto pelo ponto de lutar pelo o que acredita e pelo ponto de não querer sair da zona de conforto. Eu tenho mania de não passar roupa, essa frase é minha lei caberia como uma luva.

Eu corto os meus dobrados
Acerto os meus pecados
Ninguém pergunta mais
Depois que eu já paguei
Eu vejo o filme em pausas
Eu imagino casas
Depois eu já nem lembro
Do que eu desenhei…

Aqui da pra falar dos “enroscos” que o transtorno causa na nossa vida, mas que de algum jeito a gente sempre resolve. Depois que a gente resolveu as pessoas preferem nem saber como foi.
Você está vendo o filme, da uma pausa porque está imaginando casa, com uma caneta e um papel na mão, quando você olha pro papel não imagina que desenho é aquele, uma cabeça de tdah pode fazer isso, especialmente quando o filme não prende a atenção.

Coisas que eu sei
Não guardo mais agendas
No meu celular
Coisas que eu sei
Eu compro aparelhos
Que eu não sei usar
Eu já comprei…

É uma característica que eu já vi em outros amigos tdah, não anotar o número na agenda, viver de últimas ligações, não anotar o nome. Tenho uns 3 números no meu whatsapp sem o dono e um J pra designar o nome de uma pessoa. A segunda parte fala  da impulsividade de comprar algo que não precisa, aliás a relação de tdah com dinheiro também será um post.

As vezes dá preguiça
Na areia movediça
Quanto mais eu mexo
Mais afundo em mim
Eu moro num cenário
Do lado imaginário
Eu entro e saio sempre
Quando tô a fim…

No primeiro post eu falo sobre isso, as vezes procrastinamos tanta coisa que dá preguiça só de pensar, nossa vida vira uma areia movediça mesmo e quanto mais preguiça, mais você se afunda.
Eu crio mundos paralelos onde eu resolvo todos os meus problemas e as vezes vivo por lá um pouco.

Coisas que eu sei
As noites ficam claras
No raiar do dia
Coisas que eu sei
São coisas que antes
Eu somente não sabia…
Coisas que eu sei

A tendência a ser uma pessoa notívaga é bem explicada aqui, eu canso de ver o dia nascendo, algumas vezes eu fico lá pensando que não vou dormir muito tarde, mas de novo quando olho pela janela o dia já está clareando.
A última parte eu poderia associar com o fato de eu ser auto didata, alguns tdah´s que eu conheço também são.

E ai curtiram? Comentem e vamos debater, se você curtiu mesmo, dê um like e ajude o blog a chegar a outros TDAH´s!

Anúncios